Geral

Norman J. Nadorff é special counsel (advogado especial) da Mayer Brown, atuando nos escritórios de Houston e do Rio de Janeiro. Sua prática concentra-se em Direito e Transações Internacionais de Energia e em Conformidade Legal (Legal Compliance). Por 30 anos, Norman trabalhou nos Departamentos Jurídicos das maiores companhias petrolíferas, abrangendo inúmeros países e tratando principalmente de transações comerciais, questões regulatórias e de conformidade. Mais recentemente, Norman passou 9 anos em Angola como Advogado Sênior na BP Angola dedicando-se a importantes projetos de desenvolvimento e assuntos legais do dia a dia. Na ARCO, ele elaborou as políticas de Anti-Boicote, Regulamentação de Exportações e de Práticas contra Corrupção no Exterior (FCPA) da empresa.

Norman é Professor Adjunto de Direito no Centro de Direito da Universidade de Houston desde 2012, lecionando Contratos Internacionais de Petróleo em várias Faculdades de Direito norte-americanas e estrangeiras e recentemente na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro. Em 2006, Norman teve um papel fundamental na criação de um Programa de Mestrado Internacional de Óleo e Gás pioneiro na Faculdade Nacional de Direito de Angola, que está agora em seu décimo segundo ano.

Idiomas

  • Inglês
  • Português
  • Espanhol
  • Francês

Experiência

  • Elaboração, negociação e implementação de acordos governamentais (PSA, impostos e royalties, concessão etc.): Moçambique (1996-98) (três blocos – incluindo a negociação do CPS de Temane que desencadeou um grande desenvolvimento na área de gás natural); Angola (nove blocos) 1986-8 e 2006-2015; Equador (quatro blocos) 1989-1991; Gabão (quatro blocos) 1988-1991; Congo (dois blocos) 1990; Colombia (dois blocos) 1996-8; Indonésia (seis blocos) 1991-9; Venezuela (quatro blocos) 1996-8; Brasil (dois blocos) 2000-4; Peru (quatro blocos) 1989-1991.
  • Elaboração, negociação e implementação de acordos de joint operacionais: Angola (nove blocos) 1986-8 e 2006-2015; Equador (quatro blocos) 1989-1991; Gabão (quatro blocos) 1988-1991; Congo (dois blocos) 1990; Colômbia (dois blocos) 1996-8; Indonésia (seis quadras) 1991-9; Venezuela (quatro blocos) 1996-8; Brasil (seis blocos) 1996-8 e 2000-4; Peru (quatro blocos) 1989-1991; Moçambique (1996-98) (três blocos).
  • Elaboração, negociação e implementação de grande projeto contratual (incluindo EPC): Angola: (i) Angola LNG; (ii) Bloco 31 (PSVM) FPSO; (iii) Offshore Multi-Bloco de sistema de Fibra Óptica; (iv) Bloco 18 (Grande Plutónio) FPSO; Brasil: Dunas (Belém) Projeto LNG (projeto acabou sendo abandonado); Equador: Villano (província do Oriente) desenvolvimento de petróleo (1996-8); Indonésia: (i) ONWJ Gás Canalizado; (ii) Projeto de Gás Kangian Ilha; (iii) Tangguh GNL.
  • Redação, negociação e/ou implementação de acordos de serviços de petróleo e gás. Exemplos de acordos: Perfuração, Compartilhamento de Plataforma, Wellsite, Transporte (por ar, terra ou água); Sísmico; Segurança; Médico; Ambiental; Evacuação de Emergência; Confidencialidade; etc. Países envolvidos: Angola, Brasil, Colômbia, Congo, Gabão, Equador, Peru, Venezuela, Austrália, Nova Zelândia, Síria, Indonésia, Dubai, Egito, Moçambique, Iugoslávia (atual Sérvia).

Formação Acadêmica

The Ohio State University Moritz College of Law, JD

Saint Louis University, MA

Inscrições

Ordem

  • Texas
  • Ohio (inactive)

Atividades

  • Associação de Negociadores Internacionais de Petróleo (ex-membro do Conselho)
  • Membro, Conselho Consultivo, Journal of World Energy Law and Business (AIPN/Oxford Press)
  • Membro, Conselho Consultivo, Programa Internacional de LLM do Moritz College of Law da The Ohio State University
  • Educador do Ano, Associação de Negociadores Internacionais de Petróleo (2009)
  • Prêmio especial por serviços, Agostinho Neto University Faculty of Law por serviços de longo prazo para o programa de pós-graduação (LLM) em petróleo e gás.
  • Comentários submetidos anonimamente pelos alunos de direito da University of Houston: “Um verdadeiro expert na área, o Professor Nadorff é um crédito para a Universidade”. “Este foi um dos melhores cursos que eu já fiz. O Prof. Nadorff foi um excelente instrutor e para a turma foi muito vantajoso”. “Este foi um dos melhores cursos que eu já fiz. As qualidades humanas e o treinamento profissional do Professor Nadorff se sobressaem. A sua aula é exatamente o que um aluno que busca uma carreira como negociador internacional de petróleo necessita.”
  • “Outros membros da AIPN, como Norman Nadorff, promovem contribuições significativas doando seu tempo e esforços realizando cursos para alunos na África e em outras localidades” (Mensagem do Presidente, AIPN Advisor. Setembro de 2012).
  • “HOUSTON—Mesmo no Texas, é raro ouvir o tema da série norte-americana das décadas de 1960-70 The Beverly Hillbillies em uma conferência de petróleo e gás com membros do público harmonizando a letra conforme a deixa. Norman Nadorff . . . . e os participantes do NAPE Summit 2016 fizeram justamente isso em 10 de fevereiro, usando a Balada de Jed Clampett para ouvirem sobre contratos de petróleo e gás—mais especificamente, como eles diferem ao redor do mundo. (“Lessons On Oil, Gas Contracts And Pitfalls: Forget The Beverly Hillbillies” Velda Addison, E&P Magazine (Hart Energy) 11 de fevereiro de 2016.