Pessoas Relacionadas

Na última quinta-feira, 14 de dezembro de 2017, o governo do Estado de São Paulo firmou com a empresa norte-americana CG/LA Infrastructure um protocolo de intenções voltado à estruturação de parcerias público-privadas no setor de iluminação pública.

Na primeira fase do projeto serão escolhidos municípios acima de 100 mil habitantes que estejam aptos a receber apoio para os estudos. Os municípios pioneiros servirão de referência para uma espécie de cartilha de como fazer parceria com a iniciativa privada na área de iluminação pública.

A iniciativa está alinhada com o “Ilumina SP”, iniciativa estadual para suprir a demanda dos Municípios que não possuem capacidade de estruturar esses projetos e por meio da qual podem contar com a estrutura da Fazenda paulista para estruturar projetos, edital, contrato e modelo de negócio.

Nesta nova parceria firmada pelo Estado de São Paulo, a CG/LA Infrastructure será responsável pela contratação e remuneração dos estudos técnicos, com uma grande inovação: o contratado privado será remunerado parcialmente por meio de blockchain e criptomoedas.

A criptomoeda a ser utilizada é a BuildCoin, que será lançada em junho de 2018 e que busca criar um ativo específico para a área de infraestrutura. Desenvolvida por entidade sem fins lucrativos na Suíça, estima-se que a referida criptomoeda capte em 2018 aproximadamente US$ 59,4 milhões. A criptomoeda visa melhorar a integração do mercado de construção civil, reduzir os custos transacionais, garantir o uso de contratos inteligentes entre os elos da cadeia e promover um fundo de financiamento para as empreitadas registradas na plataforma sem a cobrança de juros.

Assim, a parceria corresponde a um importante incentivo do Estado de São Paulo às transações por meio de moeda digital, o que pode significar o início de uma nova forma de fazer negócios.