No dia 25 de agosto de 2015, foi publicada no Portal Petronect, o Portal de Relacionamento com o Fornecedor do Grupo Petrobras, comunicado sobre a criação de um novo critério no processo de avaliação de seus fornecedores, como resultado da implementação do Programa Petrobras de Prevenção da Corrupção (PPPC).

O PPPC, lançado pela Petrobras em dezembro de 2014, tem o intuito de reforçar a prevenção, detecção e correção de atos de fraude e de corrupção, por meio da gestão integrada e de ações e controles da estrutura de governança da Petrobras.

Como parte integrante do PPPC, foi criado o procedimento de Due Diligence de Integridade (DDI), o qual objetiva subsidiar a avaliação dos fornecedores da Petrobras através do Critério de Integridade.  Esse novo procedimento está de acordo com as exigências do Decreto 8.420/2015 e mostra a intenção da Petrobras de estabelecer um programa de integridade de acordo com os padrões legais.

Dessa forma, as empresas que iniciarem o processo de inscrição no cadastro da Petrobras (CRCC) deverão responder ao Questionário de DDI, com informações relacionadas à sua reputação, idoneidade e práticas de combate à corrupção.

Para as empresas já cadastradas, a solicitação de preenchimento do Questionário de DDI ocorrerá no período de renovação do Certificado de Registro e Classificação Cadastral (CRCC) e da Declaração de Registro Simplificado (DRS), podendo, no entanto, ser solicitado fora destas etapas, a critério da Petrobrás.

Para atender as novas exigências da Petrobras, os fornecedores precisarão, entre outros critérios, ter programas de integridade efetivos.