"forte dedicação aos casos, grande conhecimento jurídico e abordagem prática"
Chambers Latin America

Geral

Leonardo Morato é sócio das práticas de Contencioso e de Reestruturação, Falência e Insolvência do Tauil & Chequer Advogados no escritório de São Paulo. Lida com frequência com reestruturações sofisticadas, litígios e disputas de grande complexidade, e presta consultoria para a prevenção de litígios

Ele é o líder no Brasil das práticas de Reestruturação, Falências e Insolvência e de Recuperação de Crédito. Possui grande experiência em refinanciamento de dívidas, aquisição de sociedades e ativos distressed e em estruturação / reestruturação de garantias. Representou clientes em posições de destaque em casos de grande complexidade e repercussão, tais como Oi, OAS, Schahin, OGX, OSX, Inepar, Alumini, Independência, Imcopa, Infinity, Celpa, Rede Energia, Agrenco, Arantes, dentre outros.

Clientes da atividade bancária e financeira, das indústrias de energia, mineração, construção e agronegócios confiam no conhecimento e na experiência de Leonardo Morato e em sua capacidade de mensurar riscos e de identificar as melhores soluções em cada situação específica.

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Experiência

  • Representação do The Bank of New York Mellon (agente fiduciário de crédito de dezenas de bilhões) na recuperação judicial do Grupo Oi.
  • Representação do HSBC, maior credor bancário, na recuperação judicial do Grupo OAS.
  • Representação do Mizuho Bank, maior credor bancário, na recuperação judicial do Grupo Schahin; e, na mesma reestruturação, dos cessionários do crédito Deutsche Bank, VR e QVT.
  • Representação da Deloitte Touche Tohmatsu Consultores Ltda. na recuperação judicial de vários grupos, tais como: OGX e OSX; Inepar; Alumini.
  • Representação do Deutsche Bank Brazil como agente administrativo e de garantias na reestruturação de dívidas do Grupo Sampaio.
  • Representação do HSBC na reestruturação da Eneva.
  • Representação do HSBC como maior credor e DIP lender da Imcopa e do seu investidor, Cervejaria Petrópolis Group.
  • Representação do HSBC numa ação judicial para o fim de obter a desconsideração da personalidade juridical da Imcopa e da Cervejaria Petrópolis e tornar esta responsável pelo endividamento da Imcopa.
  • Representação de um grupo de bancos – credores extraconcursais (Credit Suisse, Santander, Banco Bradesco e Natixis) e de dois investment funds na reestruturação de um export prepayment and credit agreement dentro do escopo da recuperação judicial do Grupo Arantes.
  • Representação da Portigon AG e do WestLB na recuperação judicial e na falência do Grupo Agrenco, e em várias ações judiciais correlatas, incluindo a execução de CDAs/WAs.
  • Representação do Banco Banestes na recuperação judicial do Grupo Infinity e nas medidas judiciais intentadas contra esse Grupo.
  • Representação do The Bank of New York Mellon Group como indenture trustee na bem sucedida recuperação extrajudicial da Lupatech, com o escopo de reestruturar, num procedimento brasileiro,  a dívida relativa a bonds emitidos no exterior.
  • Representação do The Bank of New York Mellon como indenture trustee na recuperação judicial de vários grupos tais como: Celpa, Rede Energia, Arantes, Imcopa, Sifco.
  • Representação da The Bank of New York Mellon como indenture trustee para os bonds emitidos antes da sua recuperação judicial do Grupo Independencia e para os bonds emitidos no âmbito de tal procedimento (DIP Financing).
  • Representação do The Bank of New York Mellon como agente de garantias na execução das garantias relacionadas ao DIP Financing dado ao Grupo Independência.
  • Representação do Banco de Sabadell – Miami Branch na liquidação extrajudicial do Banco Cruzeiro do Sul S.A.
  • Representação da LCC do Brasil Ltda. e da Log-Star Navegação S.A. no procedimento de autofalência.
  • Representação da Nestlé (DPA) em relação ao processo de falência da LBR, como locatário de uma das maiores e mais importantes plantas industriais do Grupo LBR.
  • Representação de um banco (credor) numa arbitragem perante a ICC na qual se discutiu a validade da venda extrajudicial de um terminal portuário, por meio da venda forçada das ações da companhia detentora de tal terminal, durante a pendência da recuperação judicial da empresa brasileira ligada à empresa estrangeira detentora de tais ações.

Formação Acadêmica

Pontifícia Universidade Católica, Direito Empresarial (em curso)

Pontifícia Universidade Católica, Mestrado, com honras

Pontifícia Universidade Católica, LLB, Graduação

Harvard Business School, Leadership Program

Saint Paul Institute of Finance, Finance Program

Inscrições

Ordem

  • Brasil

Atividades

  • Presidente do conselho de administração da Turnaround Management Association – TMA Brasil – de 2013 a 2015
  • Membro do conselho de administração da Turnaround Management Association – TMA Brasil – desde 2010
  • Diretor do Board of Trustees da Turnaround Management Association – TMA Brasil
  • Diretor do conselho da INSOL - de 2015 a 2017
  • Membro do conselho latino-americano da INSOL - atualmente
  • Membro do IBR – Instituto Brasileiro de Estudos de Recuperações de Empresas
  • Membro da comissão de Direito Falimentar a Recuperacional do IASP – Instituto dos Advogados de São Paulo
  • Reconhecido pelo International Financial Law Review (IFLR)’s Americas Awards 2019, Global M&A Network’s 11th Annual Turnaround Atlas Awards and Latin Lawyer’s Deal of the Year Awards por auxiliar no processo de restruturação da Oi.
  • Reconhecido pelo Leaders League Brazil Best Counsel como Recommended e Highly Recomended nas áreas de Bankruptcy e Litigation, em 2018 e 2019.
  • “Ele representa credores e luta por seus interesses de forma bastante contundente” - Chambers Latin America, ed. 2019
  • "Leonardo Morato, que é conhecido por seu expertise em insolvência, mas também trabalha com contencioso cível amplamente." Chambers Latin America 2018 - Contencioso
  • "forte dedicação aos casos, grande conhecimento jurídico e abordagem prática" Chambers Latin America 2018
  • "compete ferozmente em propostas" Chambers Latin America 2017 - Reestruturação e Falências
  • "muito eloquente, objetivo e paciente" Chambers Latin America 2017 - Reestruturação e Falências
  • "experiência, conhecimento do mercado e habilidade em explicar a legislação brasileira e os casos mais complexos para bancos multinacionais" Chambers Latin America 2017 - Reestruturação e Falências
  • "Tauil & Chequer tem uma atarefada e forte prática em Reestruturação & Falências devido a uma grande contratação lateral no início de 2014." Latin Lawyer 250 2016 - Reestruturação e Falências
  • "especialista em contencioso com notável histórico" The Legal 500 2016 - Reestruturação e Falências
  • "Morato é conhecido principalmente por seu expertise em Insolvência, mas também contencioso cível mais amplo" Latin Lawyer 250 2016 - Contencioso
  • "um advogado tático" The Legal 500 2015 - Tributário
  • Chambers & Partners Latin America - Bankruptcy/Restructuring - 2012, 2013, 2014
  • PLC Which Lawyer? Bankruptcy/Restructuring - 2012, 2013
  • INSOL International - 2013
  • Legal 500, Latin America - Bankruptcy and Restructuring - 2013