O processo de reestruturação da Lupatech foi eleito, pela Latin Finance, como “Restructuring Deal of the Year 2014”. Tauil & Chequer Advogados associado a Mayer Brown LLP teve uma participação de destaque no caso, representando o The Bank of New York Mellon (agente fiduciário das notas perpétuas emitidas pela Lupatech).

O processo de reestruturação, que incluiu a renegociação extrajudicial de dívidas, bem como processo de recuperação extrajudicial, envolveu um grupo de bancos, incluindo o Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico – BNDES, detentores de notas perpétuas, emitidas no exterior, e uma dívida de 1,28 bilhões de reais (507 milhões de dólares norte-americanos).

Após a homologação do plano de recuperação extrajudicial, bem como confirmação desse procedimento pela Justiça Norte America, a Lupatech conseguiu reestruturar a sua dívida relacionada aos perpetual bonds emitidos no exterior, uma parte importante da reestruturação total de sua dívida financeira.

Processos de recuperação extrajudicial vêm sendo utilizados constantemente em países da América Latina. Entretanto, o caso da Lupatech merece destaque por ser um dos maiores e mais relevantes já realizados.